Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carago... sim, Carago!

Carago... sim, Carago!

20
Nov06

GANHAMOS!!!!

Carago

Com alguma sorte, é verdade, mas ganhamos... ficando a depender de duas vitórias frente ao Glasgow e Artmedia para assegurar um lugar na 2ª fase da prova. Com um jogo mais realista do que é habitual em Adriaanse mas imprescindível quando o opositor tem o conjunto de jogadores que tem este Inter, a vitória é moralizante e reconfortante para as expectativas futuras. Este Inter de Milão é, quanto a mim, uma equipa superior à que eliminou o Porto o ano passado e pode-se queixar de alguma falta de sorte mas disso o fêcêpê também se pode queixar nos pretéritos dois jogos da Champions.
É um facto: O Porto tem que jogar com um médio mais defensivo, vulgo trinco... Lucho fica mais liberto para outras funções... e que jogo fez Lucho Gonzalez, as subidas dos laterais são melhor compensadas, dando um equilíbrio à equipa imprescindível na maior parte dos jogos.
Quanto a jogadores: Lucho, Quaresma e Baía foram os maiores da noite. Saliência para a exibição de Marek Cech... tímido na primeira parte mas com uns segundos 45 minutos excelentes. Paulo Assunção também esteve muito bem mas precisa de rever a sua capacidade de passe. A liderança de Pedro Emanuel no sector defensivo é por demais imprescindível. Só não continuo a perceber o porquê de Adriaanse deixar de fora 3 dos melhores jogadores do plantel: Postiga, Meireles e Jorge Costa.

A "rodinha" marca o local onde me faço representar sempre que o meu clube joga no seu magnífico estádio.

 

30
Nov05

Só para finalizar...

Carago

e porque já não escrevo há bastante tempo, creio que este blog teve o seu fim. Foram bons tempos... em que os meus pensamentos tiveram pela primeira vez forma.
Desde há algum tempo, quando vinha aqui escrever era quase sempre para dizer qualquer coisa sobre futebol e como este blog não era só sobre futebol, não tem mais razão de existir.

Decidi por isso criar um blog, onde vou mandando uns palpites sobre o meu grande clube. É um blog colectivo, pois a actualização é mais fácil e a minha disponibilidade por vezes é baixa. Se alguém quiser ser membro... que me mande um email. Chama-se FêCêPê e está no endereço http:\\fecepe.blogspot.com

* Sim... é um retorno ao blogger pois o SAPO é das piores coisinhas em matéria de suporte a blogs.

 

Até um dia.

25
Nov05

A mulher que disse: Não!

Carago

A história faz-se de pequenos heróis... e às vezes de pequenas batalhas que decidimos abraçar. Em 1955... Rosa Parks recusou ceder o seu lugar no autocarro a um utente branco.
"Tinha pago o mesmo bilhete que eu... e eu estava cansada depois de um dia de trabalho!" "Mas estava ainda mais cansada daquele tipo de subjugação!"
Parks foi presa... um ano depois o Supremo Tribunal declarou a inconstitucionalidade da segregação racial nos transportes públicos americanos.
Rosa Parks morreu ontem aos 92 anos. Missão cumprida!

24
Nov05

Legalização da prostituição

Carago

Ouço falar em legalização da prostituição e fico a pensar… é verdade que já tinha pensado sobre o assunto mas nunca cheguei a qualquer conclusão satisfatória. Não tenho uma opinião tão firme como em relação ao aborto mas como dizia alguém: As opiniões são como os cus... cada um tem a sua! A minha é mais ou menos esta:

Em primeiro lugar, devo dizer que acho a prostitução uma actividade degradante, uma lança na dignidade da condição humana, tanto para quem a oferece como para quem a procura. Mas se é uma actividade degradante também não se pode pensar que quem a pratica a faz de ânimo leve... outrora ninguém teve consciência limpa para “atirar uma só primeira pedra” contra a prostituta dos evangelhos... será que hoje há audazes capazes de tal? Penso que a prostituição poderá ser, neste momento evolutivo da humanidade, um mal necessário. Já alguma vez pensaram que a prostituição pode estar a proteger a sociedade contra um número infame de crimes sexuais? Sabemos que existem mentes doentes capazes das piores atrocidades para terem o que desejam... não poderão as prostitutas (e os prostitutos) servir de descarga para um grande número de “tarados” sexuais? Não terá sido assim desde o início dos tempos? É só um pensamento... dediquem-se a ele se quiserem.

Factos: 1º facto: Dando as voltas que quisermos... a prostituição existe! 2º facto: Tirando o caso de repatriamento das prostitutas que são imigrantes ilegais, ao contrário do que estipula a lei, esta actividade não tem vindo a ser punível criminalmente. 3º facto: As protitutas sofrem horrores às mãos das máfias que controlam o tráfego de seres humanos. 4º facto: A saúde pública é necessariamente afectada pela falta de condições sanitária dos protíbulos. 5º facto: A prostituição é uma actividade completamente clandestina que contribui enormemente para a grande fatia do mercado negro na nossa economia.

Interrogações: 1ª: Legalizando a prostitução não se estará a “moralizar” algo que não pode e não deve ser moralizado? 2ª: Até que ponto não teríamos um aumento exponencial do número de imigrantes do sexo? 3º: O que vale o negócio do sexo em termos em termos económicos e quanto beneficiaria o estado com a sua legalização?

A pensar com mais cuidado...

24
Nov05

Falta-te um bocadinho assim!

Carago

O Porto ganhou na Madeira ao Nacional que até seguia invicto na Liga Portuguesa. Tal como contra o Inter, aqueles que quiseram fazer o enterro da equipa do Porto e principalmente do seu treinador, tiveram que meter a viola ao saco, tomar dois kompensans, largar dois peidos e ir para a cama cedinho.

A forma como Co Adriaanse foi trucidado pela 95% da imprensa após o jogo com o Benfica é algo que deveria ser alvo de uma tese de Mestrado ou Doutoramento nas áreas da psicologia ou sociologia. O homem esteve mal nesse jogo? Claro que esteve, eu próprio aqui o referi. Mas mesmo depois dessa machadada no nosso brio, 90% dos portistas continuaram do lado do treinador. Compreenderam que o homem só está aqui há 4 meses, tem uma equipa praticamente nova e com uma média de idades baixíssima. Primeiro acusaram-no de ser militarista... já o provou que não é. Depois acusaram-no de ser teimoso... já o provou que não é. O que é que querem mais? Queriam que homem tivesse ido embora só porque meia dúzia de camafeus mostraram-lhe uns lenços brancos? Até aí se vê a pobreza franciscana que grassa pela nossa honrosa comunidade jornalistica desportiva. Co Adriaanse em bom inglês disse (vou traduzir): “Se eles quiserem que eu me vá embora... mostrem os lenços brancos.” Isto é muito diferente de dizer: Se eles mostrarem os lenços brancos... eu vou-me embora. Se não encontrarem diferenças entre estas duas afirmações, consultem um professor de português... ou inglês.

A crónica ao jogo de ontem de um dos pasquins de Lisboa começa assim:

Ganhar sem saber ler

“O jogo acabou com uma oportunidade flagrante de golo, mas Chilikov atirou por cima quando um "matador" fazia golo. De certeza. Ia dar empate e o FC Porto já não se isolava no 2º lugar. E se desse, mesmo que não esteja em causa a propriedade do seu triunfo, Co Adriaanse era o grande culpado.” (...)

Quando alguém escreve com esta “certeza”, não há mais nada a acrescentar. Para mim como adepto ferrenho, doente e por vezes incapacitado de ser imparcial do meu clube, o meu Porto fez um jogo tremendo. Em espectáculo? Não... mas em equilíbrio! A defesa esteve portentosa, especialmente o senhor Pepe que ontem não teve das suas míticas paragens cerebrais. Paulo Assunção é uma formiga de uma utilidade fantástica, ora cobrindo os centrais, ora fazendo pressão, ora a indo dobrar os defesas laterais. Quaresma, sem ter estado especialmente endiabrado, é cada vez mais imprescindível (Se o venderem em Dezembro, eu deixo de ir ao Dragão... uma ameaça inconsequente nunca fez mal a ninguém). Hugo Almeida esteve fantástico... trabalhou como poucos, rematou que se fartou e ainda teve tempo para fazer um golo soberbo. O F.C.Porto teve duas bolas no ferro, mais 4 ou 5 oportunidades claras de golo, dominou como quis e apenas permitiu ao Nacional uma oportunidade já ao cair do pano. Há muitas coisas que ainda precisam de ser rectificadas? Claro que há, mas é impossível fazer tudo de uma vez. Começamos a ter uma defesa mais segura, já é um princípio... vamos ao resto!
Ganhar sem saber ler... é pena é que ande por aí tanto jornalista desportivo sem saber escrever e mais grave sem conseguir pensar.

P.S. Alguém deu pelo “cromo” da SportTV que fez as entrevistas no Flash-interview? Não percebia puto de inglês, o que fez com que as declarações de perto de 3 minutos de Adriaanse ficassem com esta tradução: “Co Adriaanse a... dar os parabéns aos seus jogadores.” Quem não percebe inglês deve ter ficado nas lonas...
Por último e para concluír um directo histórico:
“Pronto... estas foram as declarações de Manuel Cajado... Machado!”

21
Nov05

Bono na Casa Branca

Carago

“O presidente norte-americano, George W. Bush, convidou ontem o líder dos U2, Bono, para almoçar na Casa Branca.”

Sendo um admirador de Bono Vox, não só pela música que me dá prazer ouvir através dos U2 mas também devido à forma como ousa viver a sua vida à margem de qualquer estilo ou tiques de “vedeta rock”, estes encontros com alguém que desprezo tanto, causam-me alguma azia... mas passa já.Mas a minha admiração por Bono é maior porque num homem que do ponto de vista material, pode possuir tudo o que deseja... ele luta ferozmente por causas humanitárias que acha justas. Utilizando o seu poder de aglutinador de massas, tornou-se um porta-voz de milhões de pessoas em todo o mundo, pressionando os mais importantes líderes mundiais a trabalharem pelos países mais fustigados pela miséria e pela Sida. Foi com alguma curiosidade que ao ler o livro de diálogos de Michka Assayas com o seu amigo Bono Vox (Bono por Bono), encontrei a pergunta: “O que pensas dele?” (Dele = George W. Bush) Eu esperava, ansiava que Bono desfizesse Bush, mas sabia que isso era impossível conhecendo a dependência que a sua organização possui em relação ao principal líder mundial. Bono foi muito diplomático mas disse algo que me fez sorrir. Foi mais ou menos isto (a transcrição é feita de carola... por isso não leva aspas):

Não é alguém que tenha as mesmas ideias que eu, estamos em desacordo na maior parte da questões mas simpatizei com ele. Pareceu-me sério, empenhado e com um sentido de humor tipicamente Texano. Certa vez ía no seu carro e as pessoas acenavam-lhe, diziam-lhe adeus. Eu disse-lhe que se via que era muito popular nesta zona, mas ele argumentou: Não foi sempre assim... antes acenavam-me apenas com o dedo do meio.

17
Nov05

Dia Mundial para a erradicação da pobreza

Carago

"A campanha do Apelo Global para a Acção contra a Pobreza terá um lugar na história da mobilização da sociedade civil tal como a que acabou com a escravatura ou a mobilização internacional que acabou com o apartheid."

              Nelson Mandela, Trafalgar Square, February 3, 2005

Através da soma de todas as vozes individuais, podemos criar um grito que abale o planeta!
Com pequenos gestos podemos dizer: BASTA!

DATA: Organização fundada por Bono Vox, que ao invés de lutar por caridade, investe as suas forças nos direitos de igualdade e justiça para com os países mais pobres, lutando pelo direito ao comércio justo, pela diminuição da dívida dos países pobres, por uma consciencialização do ocidente sobre o gravíssimo problema que constitui a Sida nesses países e fazendo pressão junto dos países mais ricos para que invistam em África não como se de uma esmola se tratasse, mas dotando-os das infra-estruturas necessárias para que possam caminhar pelos próprios meios no futuro. Faz uso do velho ditado chinês: ”Em vez de lhe dares um peixe... ensina-o a pescar.” A quem quiser ajudar a DATA, estejam certos que eles não vos pedirão dinheiro... desejam apenas a vossa voz, de modo a que quem tem o poder possa ter consciência do número de pessoas que não tolera e se envergonha com a fome e a miséria no nossa planeta. É, no entanto, uma organização demasiado voltada para a América... aliás é a única coisa que posso apontar a Bono, é a sua indisfarçável admiração pelos EUA, como qualquer Irlandês que se preze.

White Band:  Congregação de organizações a nível mundial, já contam com núcleos em 92 países, que lutam contra a pobreza. Procuram através da soma de todas as vozes individuais, criar pressão sobre os países ricos, demonstrando-lhes que nós, habitantes e pagadores de impostos, preocupamo-nos com a fome e o sofrimento em África e que exigimos que eles façam algo por isso.

Pobreza Zero: Núcleo português que subscreve a “Global Call Against Poverty” do “White Band”.

Não custa nada... visitem os sites e assinem as petições!

17
Out05

De erro em erro... até à vitória final!

Carago

É irritante perder com dois golos oferecidos... injustificável! Adriaanse tem que rever o esquema defensivo com carácter de urgência ou estamos muito mal. Jorge Costa, Pedro Emanuel e Raul Meireles têm que entrar na equipa. Falta alguém que dê dois berros e ponha em sentido a concentração daquela gente. Pelo menos faça uma compra de qualidade! Ah!!! E tirem o McCarthy da equipa de fazem favor!!!!!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2005
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D